AW-344194435
top of page

Capital de Giro: tudo que você precisa saber sobre o recurso

Mister Cont dá início em uma série de artigos sobre gestão financeira para a sua empresa manter-se rentável a longo prazo. Confira!





Somos especialistas em soluções estratégicas que envolvem o universo da gestão contábil, tributária e financeira. Nosso objetivo é que suas empresas cresçam de forma organizada e sustentável, com lucro, reservas e meios para investir.


Nesse primeiro artigo, vamos falar de “Capital de Giro”, esse recurso, que é um dos pilares da organização financeira de qualquer negócio. É por meio dele que é possível fazer vendas a prazo, manter estoques, pagar em dia impostos e salários, despesas operacionais, criar estratégias de crescimento e assim, ter previsão e estabilidade no caixa.


Em síntese: Capital de Giro (em inglês, ‘Working Capital’) é o montante de dinheiro disponível para manter o negócio, pagando as contas e com condições de investimentos. A partir da diferença do recurso disponível em caixa e o total de despesas e contas a pagar, temos o valor que é necessário para criar o ‘giro’.


O primeiro recebe o nome de Ativo Circulante (AC) e o segundo, Passivo Circulante (PC).


Dessa forma, com esse valor for multiplicado por seis ou doze, teremos, então, uma segurança maior por um semestre ou ano, para qualquer mudança de cenário não prevista ou queda brusca de faturamento. Sabemos que nem sempre é possível, mas é preciso ter em foco que esse montante precisa ser mantido para a saúde financeira da empresa.




Tipos de Capital de Giro


Antes de dar continuidade, apresento e explicamos alguns conceitos importantes que envolvem essa conversa. Esse recurso que é renovado, ditando a liquidez disponível tem algumas divisões.


Líquido: inclui os recursos financeiros da empresa, exceto os bens em nome da empresa;

Negativo: caso a conta não feche e os recursos disponíveis não quitem os passivos circulantes. Esse é sinal de alerta para a empresa, que pode acarretar uma série de prejuízos, prejudicando a saúde do negócio.

Próprio: recurso disponível na empresa, sem precisar recorrer aos empréstimos.

Associado a investimentos: capital de giro voltado para investimentos na empresa, seja para aquisição de máquinas ou matéria-prima. É aquele recurso voltado para cobrir essas despesas.



Estratégias para manter o Capital de Giro


Dando continuidade, orientamos sobre as ações necessárias para manter a constante desse recurso - e que não seja confundido em nenhum momento com lucro ou capital “sobrando”.

As estratégias são válidas para novas empresas e também para aquelas que já possuem uma gestão consolidada.


Controle financeiro criterioso;

Faça planejamentos de retirada, dividendos e pró-labore sem que prejudique o montante de giro e a liquidez da empresa. Para isso, a gestão financeira deve ser feita com foco e organização. Muitos negócios falham por não ter pessoas exclusivas para essa função.

Incentivo aos “bons pagadores” e aumento de vendas;

Crie condições para receber à vista, por meio de descontos em parcela única. Mantenha estratégias de vendas para produtos com maior rentabilidade e margem de contribuição.


Parcerias e Investidores;

Combinar serviços entre empresas para aumentar as vendas e manter a liquidez, sem grandes variações. Investidores também são fontes para criar e manter o capital de giro e seguir aprimorando os serviços prestados, com condições escalonadas de crescimento.


Novos Negócios Caso você esteja prestes a colocar sua empresa para funcionar e chegou até aqui na leitura, queremos apontar algumas formas de "criar" esse recurso, para rodar a empresa sem risco de fluxo de caixa negativo. Não negligencie a importância dele.


1) Compras de matérias primas maior prazo para quitação;

Ao negociar condições de pagamentos com fornecedores dos insumos com pagamentos à prazo em mais parcelas. é possível ajustar o tempo de recebimento das vendas, sem prejudicar os recursos disponíveis no caixa.


2) Créditos;

Existem modalidades de crédito por meio de bancos, com diferentes condições de juros e quitação. Procure por um adequado ao seu planejamento e previsão de margem de lucro


Se esse conteúdo te auxiliou e gostaria de agendar uma consultoria exclusiva para a gestão contábil da sua empresa, entre em contato: https://www.mistercont.com.br/


14 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page