AW-344194435
top of page

Foco na recuperação! Empresas do Simples Nacional poderão regularizar seus débitos

Programa aprovado no Congresso realiza parcelamento de dívidas em até 180 vezes







Boa notícia para micro e pequenas empresas optantes pelo modelo de tributação Simples Nacional! Se essas companhias possuem débitos tributários em aberto, será possível negociá-los em até 180 vezes.


O Congresso Nacional derrubou o veto total do presidente Jair Bolsonaro ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 46/21, que prevê a criação de um novo programa de parcelamento de dívidas de micro e pequenas empresas participantes do Simples Nacional, e também aos microempreendedores individuais (MEI) e as empresas em recuperação judicial.


O programa chamado Relp (Programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional) deverá ser promulgado até a próxima semana, com prazo final até o último dia do mês seguinte à publicação da Lei no Diário Oficial.


Como em outras iniciativas de refinanciamento, o pagamento da primeira parcela confirma a adesão ao programa.


De acordo com a Mister Cont, o programa é uma ótima oportunidade para empresas regularizarem a sua situação tributária e organizarem seu fluxo de caixa e o planejamento financeiro pensando em uma retomada econômica, uma vez que os pequenos empresários e empreendedores foram os mais afetados pela crise sanitária.


Conforme o texto da lei, as empresas terão condições facilitadas de pagamento, com descontos em juros, multas encargos e parcelamento em até 180 vezes, proporcionais à queda do faturamento no período da pandemia da COVID-19 (comparando entre 2019 e 2020), porém empresas inativas nessas datas poderão aderir.



Entre em contato com a Mister Cont para organizar a área financeira e tributária da sua empresa.












49 visualizações0 comentário
bottom of page